Escalando o Mt. Fuji

,

Sozinho você é a única fonte de motivação


Ainda estou embriagado por ter conquistado o topo do Fuji…parece bobeira perto dos meus amigos que subiram 2, 3 ,5 vezes, mas foi muito especial ter subido sozinho e pela primeira vez, vou fazer uma confissão…
Meu amigo Andre Sawaki(5x) me recomendou não subir sozinho, agora entendo porque, se acompanhado se distraindo um dando animo para o outro é difícil, sozinho seria cruel mas algo dentro de mim me dizia que eu precisava ir só… e aconteceu…


Fiquei de olho na previsão,  domingo seria nublado e chuva mas segunda de madrugada no horário do nascer do sol faria tempo bom, de última hora pensei, é agora, e fui.


Comecei a subida exatamente as 15:45 debaixo de muita chuva, o primeiro trecho até a estação 6 foi relativamente rápido e fácil, mas já percebia oque me aguardava, a medida que você vai subindo o solo vai mudando se tornando cada vez mais acidentando, tem horas que possui rochas grandes formando vários degraus irregulares, e tem hora que se torna pedregoso, fazendo que você escorregue a cada passo… na trilha de Fujinomiya a qual fui, acho que o trecho entre a estação 7 até a 8 a mais difícil, da 8 até o topo o terreno parece mais regular, bem foi essa sensanção que tive.

Entre a 7.5 e a oitava estação do  fiquei literalmente só, nínguém subiu ou desceu naquele horário, por 1 hora não vi ninguém, na metade do caminho, comecei a sentir as pontadas no músculo da coxa querendo dar câimbras, quando subi os últimos degraus chegando na oitava estação, minhas pernas estava travadas, me arrastei até o banco e sentei por uns minutos e me emocionei, fiquei com medo de não conseguir…cheguei a estação 8 por volta das 20:00 hs.

Albergue


Entrei no albergue e quando me deitei no futon tirei a calça de chuva e coloquei a calça segunda pele e quando fui colocar a calça de chuva de novo minhas duas pernas puxaram de câimbras novamente, puxei a calça até o joelho e tentei esquentar as pernas até as câimbras passarem, tive que aguentar sozinho as dores dos músculos puxando, afinal para quem eu iria gritar por ajuda? Só consegui por a calça 1 hora depois, e torci pra as pernas se recuperarem até a hora da subida pro topo , me enrolei no futon procurei ficar aquecido, tentei dormir mas não consegui, o albergue é muito movimentado, muita conversa e muita andança, o barulho dos passos não me permitia cair no sono e claro a adrenalina em alta me mantia aceso…


Depois de algumas horas já com o corpo aquecido, comecei a tentar me alongar, e comecei a sentir melhoras, já não estava me dando câimbras mais, comecei a me animar de novo, era 1 hr da manhã levantei fui ao banheiro, comprei um isotônico e me hidratei, já estava dando a hora de partir para a subida até o topo, tirei uns 15 minutos para alongar bem as pernas.Comecei a arrumar a mochila, as alças estavam enxarcadas, torci minhas luvas,  guardei as roupas molhadas e comi um pouco, era 1:45 da manhã parti para o topo, feliz, pois senti minhas pernas milagrosamente novas de novo…


Quando sai para fora do Albergue o céu estava limpo havia parado de chover como o previsto na previsão do tempo, e me assustei com a quantia de pessoas subindo, é o horário mais cheio, todos subindo pra tentar pegar o nascer do sol, uma atrás das outras as laternas na cabeça faziam um caminho de luz em meio a trilha..

A trilha a partir da  estação 8 até o topo não achei táo difícil, porém o frio que faz é terrível, as luvas molhadas faziam minhas mãos congelarem, as trilhas lotadas de pessoas tornava a caminhada muito lenta de forma que não permitia que o corpo esquentasse, mas passo a passo ia vencendo a íngrime subida, a vista a noite é incrível a cidade de Fuji aparecia lá embaixo toda iluminada, em meio a escuridão um enorme branco de uma camada de gelo  brilhava com a luz da lua, havia muito gelo lá encima ainda.

O portal da entrada e o caminho de luz feita pelas lanternas…



Depois de 2 hs eu já avistava o portal.O marco que mostrava que estávamos no topo.A linha de luz no horizonte mostrava onde o sol ia nascer, corri em direção a ela subi mais um pequeno morro.Não acreditei, eu havia conseguido conquistar o topo.Tremendo de frio sentei e me ajeitei para esperar o tão precioso momento do nascer do sol.A recompensa de todo o sofrimento, de todo o esforço….

E mais uns minutos lá estava ele nascendo entre as nuvens.Por um tempo o cansaço se foi, menos o frio intenso e as rajadas de vento que me faziam bater os dentes.Algumas fotos e umas voltas pelo topo, era hora de voltar, missão cumprida…

A faixa de luz mostrava para onde eu tinha que ir…

Eu pratico Jiu jitsu 3 a 4 vezes por semana, faço caminhadas, exercícios, acho que foi um dos erros ter treinado no dia anterior e não ter dado descanso as minhas pernas.Não sou um super atleta mas estou longe do sedentarismo, não pensava que iria sofrer tanto, porém como eu disse eu sentia que deveria ir e ir sozinho.Nada foi por acaso, pois eu precisava me encontrar novamente por as coisas na minha cabeça no lugar de novo.E disso tudo o mais importante foi a lição que tirei, segue abaixo:


Sozinho você é a única fonte de motivação.
Sozinho você é o único dono dos seus problemas e também a única solução.
Sozinho você é o professor e aluno de si mesmo.
Sozinho você é o único culpado e o único a ser vangloriado.
Sozinho você é a sua única companhia, tem que rir de si mesmo e tem que chorar consigo mesmo.
Então valorize-se você é o único que pode construir sua história, escrever as páginas do livro da sua vida, não há como fazer nínguém feliz se não estiver feliz consigo mesmo…

                                                                                    Rodrigo Sumikawa

A grande recompensa…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s